Bandsintown
get app
Sign Up
Log In
Sign Up
Log In

Phone icon
Get App
Artists & VenuesPromotersHelp
PrivacyTerms
Aline Duran Tickets, Tour Dates and Concerts
Aline Duran Tickets, Tour Dates and Concerts

Aline DuranVerified

616 Followers
Never miss another Aline Duran concert. Get alerts about tour announcements, concert tickets, and shows near you with a free Bandsintown account.
Follow

About Aline Duran

Em um mundo onde as mulheres são comparadas a imperatrizes, uma delas tem caminhado entre a livre auto expressão e o mistério, entre ser atraente sem ferir a própria dignidade, e acima de tudo, ser determinada, mantendo uma postura de vulnerabilidade. Aline Duran é tudo isso e muito mais. Nascida em São Paulo, Aline Duran cresceu ouvindo Michael Jackson, Eric Clapton, Freddie Mercury e Janis Joplin, bem como Bob Marley e Jimmy Cliff. Mas aos 12 anos, ela desenvolveu uma paixão pelo reggae depois de descobrir artistas como Ini Kamoze, Third World, Shaggy, e Born Jamericans, que realizavam uma fusão de reggae, hip hop, soul e jazz. Ela começou a escrever canções aos 15 anos como uma forma de expressar seus pensamentos e emoções, e cantava eventualmente em uma banda com seus primos. Decidiu levar a música a sério aos 19 anos, quando ela se matriculou na Escola Cristã de Música, além de se juntar ao Coral USP. Aos 21 anos, ela se tornou backvocal em uma banda de reggae, onde mergulhou fundo no mundo da música jamaicana. Depois de um tempo, ela decidiu deixar a banda para seguir carreira solo, e começou a escrever e produzir as canções que mais tarde se tornariam parte do seu álbum de estreia. Em 2004, ela se apresentou em vários shows e eventos culturais na cidade de São Paulo; mais notavelmente, o "Grito Cultural Reggae", que atraiu mais de 80.000 pessoas no Estádio do Pacaembu. Através de sua presença de palco marcante, ela começou a ganhar terreno no cenário musical na América do Sul. Ela representou o Brasil no "Dynamic Reggae Soundclash" na Argentina, uma oportunidade que lhe rendeu várias viagens posteriores ao país. Em 2008, ela lançou seu álbum de estreia "Novo Dia" (Deckdisc), um disco autoral, que é considerado uma das grandes obras de reggae contemporâneo no Brasil, e tocou em festivais de música, como "Humaitá Pra Peixe", no Rio de Janeiro, e o "GAS Festival" em São Paulo. No ano seguinte (2009), ela percorreu o Brasil em turnê ao lado dos ícones da música reggae, Don Carlos e Apple Gabriel. O single, "É com você" foi tocado nas grandes rádios do país, e o vídeo clipe foi ao ar nos principais canais de música do Brasil, como VH1, BIS, MTV, Multishow e MixTv. Com seu nome atingindo um novo nível, o vídeo foi selecionado para ser exibido nos portais da MTVHive (EUA), MTVUk e MTVAsia em meados de 2011. Nesse mesmo ano, Aline lançou o single, "Sorrir pra mim ", e se apresentou na" Virada Cultural 2011 " em São Paulo, com Mad Professor, e no " Boarding Film Festival ", um festival de cinema da Argentina. Em 2012, ela foi convidada pela UOL para participar de um tributo aos Rolling Stones, e gravou sua própria versão de "Love is strong" do álbum Voodoo Lounge. Em 2013, ela gravou uma versão de "Can’t Buy Me Love", em um dueto com Andrew Tosh, sendo destaque ao lado de alguns dos principais artistas do reggae internacional para o álbum "Tributo Reggae aos Beatles". No mesmo ano, ela ganhou um prêmio no "Melhores do Reggae", como a melhor artista feminina por votação do público. Em 2014, seu segundo álbum "Sente o Som" foi lançado. Ele incluiu a música "I Believe in You", um dueto com Bunny Rugs, vocalista da renomada banda Third World. Também foi convidada para atuar no filme "Um Salve Doutor", e sua música "Bem-vindo à selva" foi adicionada à trilha sonora do longa-metragem. Tocando com uma banda completa ou com Dj, Aline Duran transmite uma energia que cativa o público. Suas influências musicais vão desde Bob Marley, Black Uhuru, Damian Marley e Mad Lion, a artistas como Lauryn Hill, Erykah Badu e Ella Fitzgerald. Sua versatilidade se estende às suas letras, que transmitem romantismo e mensagens conscientes de uma forma muito pessoal, bem como em sua interpretação musical expansiva onde vocais melódicos e falados se misturam naturalmente. De acordo com a própria cantora: "O show é o momento em que me entrego mais, e essa energia acaba sendo mais intensa pelo fato de existir essa troca com as pessoas. É onde a música se torna nossa. " --------------------------------------- --------------------------------------- In a world where women are likened to empresses, one has to walk the line between open self-expression and mystery, between being alluring and remaining within one’s dignity, and above all else, being unflinching while maintaining a posture of vulnerability. Aline Duran is all this, and a whole lot more. As a child in her native São Paulo, Brazil, Aline Duran grew up listening to Michael Jackson, Eric Clapton, Freddie Mercury and Janis Joplin, as well as Bob Marley and Jimmy Cliff. But by age 12, she had developed a passion for reggae after discovering Ini Kamoze, Third World, Shaggy, and Born Jamericans: artists who were pursuing a fusion of reggae, hip hop, soul and jazz. She began writing songs at age 15 as a way to express her thoughts and emotions, and sang in a band with her cousins, but did not take performing seriously until age 19 when she enrolled at the Christian School of Music, in addition to joining the USP Choir. When she was 21, she became a background vocalista in a reggae band, which further exposed her to the world of Jamaican music. After a while she decided to leave the band to pursue a solo career, and began writing and producing the songs that would later become her debut album. In 2004, she performed at various shows and cultural events in the city of Sao Paulo; most notably, the “Grito Cultural Reggae Festival,” which drew more than 80,000 people at Pacaembu Stadium. With her commanding stage presence, she began to gain ground in the music scene in South America. She represented Brazil in the “Dynamic Soundclash” in Argentina, an opportunity that earned her several trips subsequently to the country. In 2008, she released her debut album “Novo Dia” (Deckdisc), na authorial disc that is considered one of the great works of contemporary reggae in Brazil, and played music festivals, such as “Humaita Pra Peixe” in Rio de Janeiro, and “Gas Festival” in Sao Paulo. The following year (2009) she toured Brazil with reggae icons, Don Carlos and Apple Gabriel. The single, “É com você,” was played on the country’s major radio stations, and the vídeo was aired on the main video outlets of Brazil, such as VH1, MTV, Multishow and MixTv. With her profile reaching a new level, the video was picked up in mid-2011 by MTVHive (EUA), MTVUk and MTVAsia. That same year, Aline released the single, “Sorrir pra mim,” and performed at “Virada Cultural 2011” in Sao Paulo with Mad Professor, and at the “Boarding Film Festival” in Argentina. In 2012, she was invited by UOL to participate in a tribute to The Rolling Stones, and recorded her own version of “Love is Strong” from the album Voodoo Lounge. In 2013, she recorded the song, “Can’t Buy Me Love,” a duet with Andrew Tosh, which was featured alongside some of the leading international reggae artists on the album, “Tribute to the Beatles.” In 2014, her second album “Sente o Som” was released. It includes “I Believe in You,” a duet with Bunny Rugs, lead singer of the renowned band, Third World. Later that year, she won an award in “The Best of Reggae” as the best female artist by public vote, and was invited to act in the movie “Um Salve Doutor.” Her song “Bem-vindo à selva” was added to the soundtrack. Performing with a complete band or with a sound system, Aline Duran transmit an energy that audiences identify with. Her vast musical influences range from Bob Marley, Black Uhuru, Damian Marley, Mad Lion to artists such as Lauryn Hill, Erykah Badu and Ella Fitzgerald. Her versatility extends to her lyrics, which convey romanticism and conscious messages in a very personal way. This is evident in her expansive song interpretations where melodic and spoken vocals blend naturally. According to the singer herself: “The show is the moment where we give ourselves the most, and this energy ends up being more intense by the fact that there is this exchange with the people. It’s where the music becomes ours.” Cantora e compositora brasileira, conhecida por possuir notável influência da música jamaicana. P/ shows: 12 98251 7939 - producao@alineduran.com.br
Show More
Genres:
Reggae
Band Members:
Vankar Works, Contato para Shows

No upcoming shows
Send a request to Aline Duran to play in your city
Request a Show

Bandsintown Merch

Circle Hat
$25.0 USD
Live Collage Sweatshirt
$45.0 USD
Rainbow T-Shirt
$30.0 USD
Circle Beanie
$20.0 USD

About Aline Duran

Em um mundo onde as mulheres são comparadas a imperatrizes, uma delas tem caminhado entre a livre auto expressão e o mistério, entre ser atraente sem ferir a própria dignidade, e acima de tudo, ser determinada, mantendo uma postura de vulnerabilidade. Aline Duran é tudo isso e muito mais. Nascida em São Paulo, Aline Duran cresceu ouvindo Michael Jackson, Eric Clapton, Freddie Mercury e Janis Joplin, bem como Bob Marley e Jimmy Cliff. Mas aos 12 anos, ela desenvolveu uma paixão pelo reggae depois de descobrir artistas como Ini Kamoze, Third World, Shaggy, e Born Jamericans, que realizavam uma fusão de reggae, hip hop, soul e jazz. Ela começou a escrever canções aos 15 anos como uma forma de expressar seus pensamentos e emoções, e cantava eventualmente em uma banda com seus primos. Decidiu levar a música a sério aos 19 anos, quando ela se matriculou na Escola Cristã de Música, além de se juntar ao Coral USP. Aos 21 anos, ela se tornou backvocal em uma banda de reggae, onde mergulhou fundo no mundo da música jamaicana. Depois de um tempo, ela decidiu deixar a banda para seguir carreira solo, e começou a escrever e produzir as canções que mais tarde se tornariam parte do seu álbum de estreia. Em 2004, ela se apresentou em vários shows e eventos culturais na cidade de São Paulo; mais notavelmente, o "Grito Cultural Reggae", que atraiu mais de 80.000 pessoas no Estádio do Pacaembu. Através de sua presença de palco marcante, ela começou a ganhar terreno no cenário musical na América do Sul. Ela representou o Brasil no "Dynamic Reggae Soundclash" na Argentina, uma oportunidade que lhe rendeu várias viagens posteriores ao país. Em 2008, ela lançou seu álbum de estreia "Novo Dia" (Deckdisc), um disco autoral, que é considerado uma das grandes obras de reggae contemporâneo no Brasil, e tocou em festivais de música, como "Humaitá Pra Peixe", no Rio de Janeiro, e o "GAS Festival" em São Paulo. No ano seguinte (2009), ela percorreu o Brasil em turnê ao lado dos ícones da música reggae, Don Carlos e Apple Gabriel. O single, "É com você" foi tocado nas grandes rádios do país, e o vídeo clipe foi ao ar nos principais canais de música do Brasil, como VH1, BIS, MTV, Multishow e MixTv. Com seu nome atingindo um novo nível, o vídeo foi selecionado para ser exibido nos portais da MTVHive (EUA), MTVUk e MTVAsia em meados de 2011. Nesse mesmo ano, Aline lançou o single, "Sorrir pra mim ", e se apresentou na" Virada Cultural 2011 " em São Paulo, com Mad Professor, e no " Boarding Film Festival ", um festival de cinema da Argentina. Em 2012, ela foi convidada pela UOL para participar de um tributo aos Rolling Stones, e gravou sua própria versão de "Love is strong" do álbum Voodoo Lounge. Em 2013, ela gravou uma versão de "Can’t Buy Me Love", em um dueto com Andrew Tosh, sendo destaque ao lado de alguns dos principais artistas do reggae internacional para o álbum "Tributo Reggae aos Beatles". No mesmo ano, ela ganhou um prêmio no "Melhores do Reggae", como a melhor artista feminina por votação do público. Em 2014, seu segundo álbum "Sente o Som" foi lançado. Ele incluiu a música "I Believe in You", um dueto com Bunny Rugs, vocalista da renomada banda Third World. Também foi convidada para atuar no filme "Um Salve Doutor", e sua música "Bem-vindo à selva" foi adicionada à trilha sonora do longa-metragem. Tocando com uma banda completa ou com Dj, Aline Duran transmite uma energia que cativa o público. Suas influências musicais vão desde Bob Marley, Black Uhuru, Damian Marley e Mad Lion, a artistas como Lauryn Hill, Erykah Badu e Ella Fitzgerald. Sua versatilidade se estende às suas letras, que transmitem romantismo e mensagens conscientes de uma forma muito pessoal, bem como em sua interpretação musical expansiva onde vocais melódicos e falados se misturam naturalmente. De acordo com a própria cantora: "O show é o momento em que me entrego mais, e essa energia acaba sendo mais intensa pelo fato de existir essa troca com as pessoas. É onde a música se torna nossa. " --------------------------------------- --------------------------------------- In a world where women are likened to empresses, one has to walk the line between open self-expression and mystery, between being alluring and remaining within one’s dignity, and above all else, being unflinching while maintaining a posture of vulnerability. Aline Duran is all this, and a whole lot more. As a child in her native São Paulo, Brazil, Aline Duran grew up listening to Michael Jackson, Eric Clapton, Freddie Mercury and Janis Joplin, as well as Bob Marley and Jimmy Cliff. But by age 12, she had developed a passion for reggae after discovering Ini Kamoze, Third World, Shaggy, and Born Jamericans: artists who were pursuing a fusion of reggae, hip hop, soul and jazz. She began writing songs at age 15 as a way to express her thoughts and emotions, and sang in a band with her cousins, but did not take performing seriously until age 19 when she enrolled at the Christian School of Music, in addition to joining the USP Choir. When she was 21, she became a background vocalista in a reggae band, which further exposed her to the world of Jamaican music. After a while she decided to leave the band to pursue a solo career, and began writing and producing the songs that would later become her debut album. In 2004, she performed at various shows and cultural events in the city of Sao Paulo; most notably, the “Grito Cultural Reggae Festival,” which drew more than 80,000 people at Pacaembu Stadium. With her commanding stage presence, she began to gain ground in the music scene in South America. She represented Brazil in the “Dynamic Soundclash” in Argentina, an opportunity that earned her several trips subsequently to the country. In 2008, she released her debut album “Novo Dia” (Deckdisc), na authorial disc that is considered one of the great works of contemporary reggae in Brazil, and played music festivals, such as “Humaita Pra Peixe” in Rio de Janeiro, and “Gas Festival” in Sao Paulo. The following year (2009) she toured Brazil with reggae icons, Don Carlos and Apple Gabriel. The single, “É com você,” was played on the country’s major radio stations, and the vídeo was aired on the main video outlets of Brazil, such as VH1, MTV, Multishow and MixTv. With her profile reaching a new level, the video was picked up in mid-2011 by MTVHive (EUA), MTVUk and MTVAsia. That same year, Aline released the single, “Sorrir pra mim,” and performed at “Virada Cultural 2011” in Sao Paulo with Mad Professor, and at the “Boarding Film Festival” in Argentina. In 2012, she was invited by UOL to participate in a tribute to The Rolling Stones, and recorded her own version of “Love is Strong” from the album Voodoo Lounge. In 2013, she recorded the song, “Can’t Buy Me Love,” a duet with Andrew Tosh, which was featured alongside some of the leading international reggae artists on the album, “Tribute to the Beatles.” In 2014, her second album “Sente o Som” was released. It includes “I Believe in You,” a duet with Bunny Rugs, lead singer of the renowned band, Third World. Later that year, she won an award in “The Best of Reggae” as the best female artist by public vote, and was invited to act in the movie “Um Salve Doutor.” Her song “Bem-vindo à selva” was added to the soundtrack. Performing with a complete band or with a sound system, Aline Duran transmit an energy that audiences identify with. Her vast musical influences range from Bob Marley, Black Uhuru, Damian Marley, Mad Lion to artists such as Lauryn Hill, Erykah Badu and Ella Fitzgerald. Her versatility extends to her lyrics, which convey romanticism and conscious messages in a very personal way. This is evident in her expansive song interpretations where melodic and spoken vocals blend naturally. According to the singer herself: “The show is the moment where we give ourselves the most, and this energy ends up being more intense by the fact that there is this exchange with the people. It’s where the music becomes ours.” Cantora e compositora brasileira, conhecida por possuir notável influência da música jamaicana. P/ shows: 12 98251 7939 - producao@alineduran.com.br
Show More
Genres:
Reggae
Band Members:
Vankar Works, Contato para Shows

Get the full experience with the Bandsintown app.
arrow