Bandsintown Logo
Saturday, March 24th, 2018
8:30 PM
1 RSVP
Otto em Porto alegre/RS

Novo álbum de Otto é composto por canções inéditas e autorais; profundas, que tratam de humanidade, tempos sociais difíceis, amor e vida.

São Paulo, julho de 2017 – Após cinco anos de seu último lançamento autoral, o cantor Otto apresenta o álbum “Ottomatopeia”, que levou o mesmo tempo para ser finalizado, e está previsto para sair no final de julho. Produzido por Pupillo (Nação Zumbi), e com participações especiais de Roberta Miranda, Céu, Manoel Cordeiro e Andreas Kisser, o novo trabalho é considerado pelo cantor o mais completo lançado por ele até hoje.

Composto por 11 faixas, sendo dez autorais e inéditas, o álbum conta com uma versão única da música “Meu Dengo”, de Roberta Miranda, que divide, especialmente, o vocal com o cantor em dueto inédito.

“Ottomatopeia” teve inspirações diversas, que atravessam continentes e épocas. O rock como sonoridade e comportamento; a África e a sua cultura ancestral; o romantismo alemão; o trabalho do fotógrafo japonês Araki Nobuyoshi; tortura política; e o mundo contemporâneo são alguns dos elementos que permearam o pensamento do artista para a criação conceitual.

Otto aborda sentimentos e vida; fala dos tempos sociais difíceis, o que caracteriza humanidade ao álbum. “Algumas composições são tão profundas que a compreensão, na verdade, é de quem escuta. Mas geralmente falo de coisas contemporâneas, e o amor continua sendo o tema principal. Por meio do amor vou abrangendo tudo, e falando sobre a vida”, explica.

Estes elementos associados ao tempo em que levou para ser finalizado – os cinco anos em que não apresentou novidades -, atribuem amadurecimento ao álbum. “Acredito que este seja o mais completo, se comparado com os anteriores. Desde a minha criação até a produção de Pupillo, a harmonia de poesia e música, tudo parece estar mais maduro. As interpretações de cada música estão muito viscerais e verdadeiras. Me passa a impressão de algo genuinamente pronto, o que me causa extrema alegria e satisfação. ”, completa.

A captação do conteúdo teve como base o estúdio Red Bull Station, em São Paulo, além dos estúdios de Pupillo (também em São Paulo) e Kassin (Rio de Janeiro). As cordas, por sua vez, foram gravadas no Recife.